Dor de garganta no verão: você precisa tomar alguns cuidados

Normalmente as dores de garganta estão associadas aos dias mais frios. Isso cria uma ideia equivocada de que no verão elas são raras, o que pode fazer com que a pessoa descuide da sua saúde. É preciso manter os cuidados durante todo o ano, inclusive nos dia mais quentes.

QUAIS SÃO AS CAUSAS MAIS COMUNS DAS DORES DE GARGANTA NO VERÃO?

É importante entender que a dor de garganta, em si, não é uma doença, mas sim um sintoma, que pode indicar desde uma simples irritação até uma infecção mais complexa.

Dores de garganta podem indicar:

– gripe ou resfriado;
– laringite;
– faringite;
– amigdalite;
– faringoamigdalite (infecção na faringe e na amígdala);
– epiglotite (inflamação da epiglote);
– uvulite (inflamação da úvula).

As dores de garganta ainda podem ser causadas por irritações por uso de cigarro, bebidas alcoólicas, poluição do ar, respiração bucal ou deglutição de alimento pontiagudo.

No verão, há algumas causas específicas, como:

– permanecer em ambientes com ar-condicionado ligado em temperatura muito baixa;
– falta de manutenção e limpeza adequadas nos aparelhos de ar-condicionado;
– mudanças bruscas de temperatura;
– passar longos períodos na água do mar ou da piscina;
– ficar exposto ao vento direto de ventiladores;
– deixar roupas molhadas secarem no corpo.

A dor de garganta pode vir acompanhada de pigarro, coceira, dificuldade para engolir, sensação de irritação, inchaço nos gânglios linfáticos, mau hálito, rouquidão e febre, entre outros sintomas, que devem ser observados por um médico otorrinolaringologista.

COMO EVITAR DOR DE GARGANTA DURANTE O VERÃO

Embora não seja possível controlar todos os agentes ou comportamentos que podem causar dores de garganta, é possível tomar alguns cuidados para evitar o surgimento do problema, por exemplo:

– Beba ao menos dois litros de água diariamente;
– Mantenha uma alimentação equilibrada, rica em vegetais e alimentos frescos, pois isso melhora o funcionamento do sistema imunológico;
– Prefira tomar banho em temperatura ambiente;
– Não passe muito tempo com roupas molhadas no corpo;
– Faça a manutenção dos aparelhos de ares-condicionados de sua casa;
– Evite permanecer muito tempo com o ar-condicionado ligado;
– Não se exponha ao vento direto dos ventiladores;
– Condicionadores de ar e ventiladores devem ser limpos constantemente;
– Não fume e controle a ingestão de álcool;
– Não se exponha ao sol entre 10h e 16h, para evitar desidratação da mucosa da garganta.

Se a dor de garganta persistir por três dias ou mais, é preciso buscar ajuda médica!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *